cae04dbf-cc8d-4c55-b137-fcf5b65cd692

3 coisas que você não sabia sobre Armas de Corte

Você pode não se tornar um Jedi, mas o que você não sabe sobre armas de corte é que ela também é uma excelente técnica de defesa pessoal. 

A prática de Armas de Corte da escola moderna de Pa-Kua é uma das modalidades mais diferentes por trabalhar com armas chinesas diferentes, estudando suas formas de aplicação durante o combate e como nos relacionamos com elas. Hoje iremos abordar alguns conceitos sobre o trabalho com as armas de corte para melhorar a prática diária do aluno.
1) Quanto melhor nos tornarmos, menos temos necessidade de usar o que aprendemos

via GIPHY

A ideia inicial de treinar armas de corte é trabalhar primeiro o orgulho. Este é um dos princípios da defesa pessoal. Se você estiver sentindo-se seguro, pois compreende as técnicas, provavelmente vai evitar situações que podem culminar num confronto. Isso não quer dizer que você vai treinar para ser mais ou menos, porém, tenha em mente que se for bom não poderá deixar de ser humilde. Quando tem a humildade arraigada, o indivíduo está realmente apto para entrar em um confronto.

2) O descobrimento de nossa essência se dará através da prática

via GIPHY

Muitas pessoas acham que ao utilizar uma arma de corte existirá apenas uma forma de realizar um combate com ela. Mas, na verdade, existem muitos estilos utilizando armas que podem ser aperfeiçoados com muito treino e dedicação. Quando o aluno está numa graduação mais avançada, ele passa a explorar como pode usar cada arma de modo diferente. Nas escolas de Pa-Kua são ensinadas várias técnicas com armas de corte, mas cada pessoa treina conforme suas preferências e a facilidade para aplicar um grupo de técnicas diferentes. A ideia inicial é aprender qual forma se adequa mais a você mesmo, buscando quem nós somos realmente, nossa essência.

3) A mente e o corpo devem trabalhar em harmonia

via GIPHY

Quando as pessoas pensam numa luta de armas, normalmente acham que seria como um filme de samurais ou, até mesmo, como a luta de um Jedi. Crescemos com desenhos, séries, filmes e histórias de grandes guerreiros que lutaram por horas e venceram diversos inimigos ao mesmo tempo sem levar um golpe. Mas a realidade não é exatamente dessa forma. Quando está numa luta de armas, o praticante precisa manter em mente que qualquer erro ou descuido pode causar sua derrota. Sua concentração deve ser absoluta, é necessário manter a mente livre de dúvidas. Nunca devemos subestimar nosso oponente, devemos compreender o momento da luta como um evento natural, preparados para a própria morte, se necessário.

Colaborou: Marcelo Rapaport

About the author: admin

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.