evoluir

6 bons hábitos para você evoluir no Pa-Kua

Cada ser possui um guerreiro adormecido em si e que pode despertar com alguns bons hábitos

Mais que evoluir no Pa-Kua, por exemplo, o indivíduo precisa projetar-se na vida, buscar coisas novas e descobrir a grandiosidade de praticar o desenvolvimento pessoal dia após dia. Cada ser guarda dentro de si um guerreiro adormecido que pela transformação do estado de espírito do praticante se apresenta para adaptar-se às circunstâncias que lhes são concedidas. Para despertá-lo, no entanto, é preciso introduzir alguns hábitos essenciais tanto no tatame como na sua rotina de vida.

>>> 4 curiosidades sobre o Pa-Kua que ninguém te contou

>>> 5 motivos pelos quais devemos construir amizades

Como evoluir no Pa-Kua

evoluir

#1 Respeitar o limite do colega

Em geral, pessoas com maturidade espiritual costumam aceitar o outro mais plenamente. O indivíduo que busca evoluir no Pa-Kua é, sem dúvidas, uma pessoa que pratica, sobretudo, o autoconhecimento e, assim, torna-se capaz de compreender que o desenvolvimento do colega contempla inúmeras variáveis que independem da sua própria evolução.

evoluir

#2 Cultivar amigos nas Escolas

Desde os primórdios, reunir-se em grupos faz parte do instinto de sobrevivência do homem, afinal, mais pessoas são capazes de trabalhar mais rápido e melhor. Estar próximo dos outros deve melhorar a aprendizagem e estimula a prática do exercício físico. Lembre-se que a amizade é uma questão de sintonia que pode ser muito bem praticada dentro do Pa-Kua.

evoluir

#3 Aprender a ensinar Pa-Kua

Uma vez que você aceitou o desafio de aprender os ensinamentos do Pa-Kua, com o tempo você estará apto a ensinar Pa-Kua. E como isso vai te ajudar a evoluir? Enquanto ensina você faz uma revisão aprofundada de cada conteúdo e, quanto mais seguro sentir-se em relação a este conteúdo, maior a chance de evoluir como praticante de Pa-Kua.

evoluir

#4 Manter a prática frequente

Talvez esse seja o tópico mais óbvio: se você quer evoluir como praticante – independente da atividade que realiza – é preciso dedicação e persistência, o que inclui treinos frequentes. A aprendizagem – quaisquer que sejam as práticas – está diretamente relacionada ao desenvolvimento pessoal e acontece, sobretudo, por meio da tentativa e erro.

evoluir

#5 Praticar o autocontrole

Pessoas com autocontrole costumam ser bem-sucedidas na vida e, no Pa-Kua, não é diferente. A tarefa não é das mais fáceis, mas atingi-lo é como Arco e Flecha: é preciso treino e disciplina para enaltecer esta característica. Comece controlando suas expectativas e, ao invés de pensar que não vai conseguir, encontre motivação para continuar tentando.

evoluir

#6 Desenvolver o autoconhecimento

O último, mas não menos importante: autoconhecimento. Você deve ter reparado, inclusive, que ele aparece em vários outros tópicos da publicação. Pois sim, este é um dos mais importantes hábitos para se evoluir no Pa-Kua e na vida. Quem se conhece respeita o próprio limite – e do outro –, reconhece suas dificuldades e mantém a pratica frequente. Busca reconhecer nas pequenas coisas a felicidade e, por isso, dar sempre o melhor de si.

About the author: Camila Tremea

Leave a Reply

Your email address will not be published.

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.