Saiba como foram as Aulas Abertas 2018

Mais de 300 pakuanos de diferentes continentes, países e cidades estiveram reunidos nos últimos dias 6, 7, 8 e 9 de dezembro, em Mendonza, na Argentina, para as Aulas Abertas 2018. Durante dois dias de aulas, mestres de todos os cantos ministram classes de modalidades diferentes para todos os praticantes.

Foto final das aulas, com todos os participantes.

Foto final das aulas, com todos os participantes.

Nos primeiros dois dias, o evento é destinado aos praticantes mais graduados. A partir do terceiro grau da faixa preta, os seminários de ascensão de faixas são feitos apenas nas Aulas Abertas – evento que reúne todos os mestres de todos os lugares e os melhoramentos e conteúdos são passados pelos mestres superiores Nicolas Moyano e Fernando Martín Sandri.

Na sexta-feira, os instrutores (faixa cinza) que estavam por lá já puderam participar de seminários nas modalidades de Armas de Corte e Arte Marcial. Eles também foram ministrados pelos mestres superiores.

Fim de semana

O mestre Marco Filho, representante da cidade de Curitiba, foi o primeiro a lecionar uma das aulas. Ao lado do argentino, Mauro Selliez, ensinou técnicas de defesa contra agarres e ataques pelas costas. O americano David Clawson e o argentino Facundo Lamas ensinaram formas de manter a coluna saudável.

No mesmo dia, o brasileiro Sergio Murilo e os argentinos Cristian Rivarola e Luciano Golzman mostraram técnicas de fortalecimento sem aparelhos – os que costumamos trabalhar em acrobacia. Em uma prática mais interna, os mestres Lairton Teles (brasileiro) e Martín Dacunda (argentino), ensinaram como usar a imposição de mãos e a meditação em busca de um propósito.

No domingo, a mestra Fernanda de Sá, do Brasil, e o mestre Ariel Biribin, da Argentina, ministraram uma aula especial com avanços – terminando, inclusive, com técnicas de luta e defesa com bases nos avanços trabalhados. O argentino Marcos Negri e o brasileiro Marcelo Mendonça ministraram uma aula de Sintonia, com foco em dinâmica plástica. Por fim, os mestres superiores Fernando Martín Sandri e Nícolas Moyano ensinaram formas de se usar a faixa como uma arma.

Depois das classes, o evento contou com uma entrega de faixas para os alunos que tinham graduações acima da faixa vermelha para receber. O destaque da entrega foi o mestre Lairton Gadelha Teles, de Fortaleza, que recebeu o seu 7° grau em Pa-Kua.

Festa

Na noite de sábado, um jantar com muita música animou os pakuanos e permitiu que eles confraternizassem. Na programação, DJ e banda. Uma surpresa também: os mestres Milton Lehmkuhl (Portugal), Dario Braida (Mendonza) e Ethan Hedayat (Califórnia) participaram da apresentação da banda, mostrando seus talentos musicais – teve até solo de bateria em Roxxane, do The Police. Foi demais!

A já tradicional e esperada apresentação de Rosário, que mistura Artes Marciais e Acrobacia, teve como tema “Star Wars”. Ao fim, as crianças ganharam máscaras de Stormtroopers e tiraram fotos com os integrantes e seus sabres de luz.

Curitiba

O mestre Bruno Perico, que dá aulas em Curitiba na escola do Centro, está na escola há 11 anos e é aluno do mestre Marco Antonio Filho recebeu o seu 4° grau em Pa-Kua.

O mestre Bruno com os também mestres Sylvana e Marco Antonio

O mestre Bruno com os também mestres Sylvana e Marco Antonio

Já a aluna do mestre Rodrigo Trinkel e instrutora nas escolas do Batel e Juvevê, Bruna Covacci, pegou o seu segundo grau em Arte Marcial na ocasião.

A instrutora com o mestre Rodrigo Trinkel

A instrutora com o mestre Rodrigo Trinkel

Curitiba representada na entrega de faixas:

O mestre Bruno Perico e a Instrutora Bruna Covacci

O mestre Bruno Perico e a Instrutora Bruna Covacci

Próximas aulas!

Você, Pa-Kuano, já pode se programar para participar das próximas edições das Aulas Abertas. Dessa vez, serão no Brasil, na cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, nos dias 7 e 8 de dezembro.

O que é Pa-Kua?

Pa-Kua é um conhecimento universal e milenar. Acredita-se que ele pode ter surgido juntamente com a humanidade, e a forma com que estudamos é chinesa – metodologias semelhantes estão presentes em outras culturas, com outros nomes e formas.

Seu ensino pode ser considerado um pilar fundamental da filosofia e dos pensamentos da China. O conhecimento tem como base os estágios de mutação da natureza.

Os antigos estudiosos perceberam que havia uma rotina (padrão) nos movimentos das estações e dos planetas; um ciclo. A partir deste estudo, criaram um conhecimento de grande conteúdo filosófico, com diferentes formas e aplicações.

O nome “Pa-Kua” pode ser traduzido livremente como oito mutações, oito transformações, oito multiplicações ou até mesmo oito estados de mudanças. “PA” significa oito e “KUA” que significa mutações.

O conhecimento é como uma metodologia, uma ferramenta de compreensão e auxílio à adaptação que pode ser aplicada a diferentes questões e ciências. Aprender Pa-Kua está relacionado à melhoria individual e pessoal, à evolução. A ideia é que, todos os dias, o praticante busque se tornar melhor, que consiga desfragmentar em busca de ser ele mesmo e supere os seus limites, compreenda a importância do trabalho em equipe e ainda vença barreiras físicas.

As nove modalidades (Arte Marcial, Acrobacia, Arqueria, Armas de Corte, Ritmo, Sintonia, Cosmodinâmica, Ritmo e Reflexologia) são uma forma de compreender o que é Pa-Kua. Em cada maestria, o conhecimento é apresentado de formas diferentes, mas todos têm o mesmo objetivo.

“O Pa-Kua é uma fonte de riquezas ao nosso caminho; desenvolvendo, nutrindo e fortalecendo no nosso espírito”, Mestre Magliacano.

Outubro no Pa-Kua tem aniversário de escola, aulas especiais, cursos e Halloween

Faltam poucos dias para o fim de outubro e, ainda assim, a agenda de atividades do Pa-Kua está cheia! Confira a programação e saiba como participar!

SEXTA-FEIRA (19)

Na sexta-feira (19) será comemorado o aniversário da primeira escola de Pa-Kua de Curitiba, localizada no centro, fundada pelo mestre Marco Antonio Filho. Todos que treinam Pa-Kua na cidade fazem parte dessa história.

Mestre durante o curso de Arqueria.

Na data, haverá uma aula especial com o Mestre Superior Fernando Sandri, destinada aos instrutores e, claro, um aulão comemorativo ministrado pelo Mestre Marco Antonio Coelho. Ás 21h ainda vai rolar uma confraternização com comes e bebes. A participação é gratuita. 

Fique sabendo mais sobre a história da escola 

SÁBADO (20) 

Uma das armas mais antigas de todos os tempos, e chamada na China de “avô de todas as armas”, é o bastão longo. Apesar de simples, é bastante versátil e oferece diferentes tipos de vantagens na luta – visando o desenvolvimento da percepção e da expansão do campo energético pessoal. Será realizado às 19h30, no recinto do Batel e tem duração de duas horas. O custo de participação é de R$ 246 e deve ser comprado aqui.

Treino com bastão longo

Vale lembrar que o curso foi revisado recentemente, durante as Aulas Abertas de 2017.

DOMINGO (21) 

Que tal atrelar a prática dos tiros com arco e flecha, que praticamos nas escolas, com o contato com a natureza e com colegas pakuanos de toda a cidade? No próximo domingo (21), será realizado o Domingo de Arqueria, num sítio localizado na região de Campina Grande do Sul. Fique tranquilo, o ponto de encontro é a escola do Juvevê. Garanta já a sua participação (que pode ser feita em até 18x via PagSeguro!!).

arqueria

E o que este dia tem de tão diferente? Vamos dar tiros bem mais longos (alvos a 20, 30, 40 e 50 metros)! Também vamos nos divertir com práticas de combate, exercícios táticos, tiros em alvos em movimento, tiros meditativos, práticas de tiros ritualísticos, brincadeiras, diversão e, claro, confraternização. Leia mais. 

TERÇA (23)

A tonfa (Shuang Guai) é uma arma bastante conhecida por seu uso em polícias e vigílias. O curso também foi revisado recentemente e será ministrado (módulo III) pelo mestre Marco Antonio Filho, às 18h, na escola do Centro. O valor do curso é de R$ 246 e deve ser comprado pelo site.

SÁBADO (27) 

Quem gosta de facas também vai poder fazer uma aula diferente na escola das Mercês, para trabalhar a afiação de facas. Serão estudados o perfil das lâminas, assim como as vantagens e desvantagens do uso de cada uma. O encontro é às 16h30 e o investimento de R$ 50.

À noite, às 19h, os pakuanos poderão se reunir numa festa horripilante (com ou sem fantasia!). O Halloween do Pa-Kua terá decoração e comidas temáticas. O evento será realizado num salão de festas, na Rua Comendador Araújo, 80, no Salão de Festas. Crianças pagam R$ 10 e adultos R$ 15. Os convites podem ser comprados nas escolas.

Agendão de Outubro!

Atenção, pakuano: programe-se para não perder as atividades extracurriculares que acontecem entre este fim de semana e o último de outubro.

Quer aprender mais e ficar mais tempo no tatame e com seus amigos de treino? Ainda neste mês algumas aulas serão realizadas – e já temos o cronograma inteirinho de outubro, para todo mundo conseguir se planejar!

 

 

SÁBADO 13 DE OUTUBRO

Sábado (13), aula especial de história da arqueria, às 19h30, no Batel. A duração é de uma hora e a participação custa R$ 30. Em seguida, às das 20h30 às 21h30, aula especial de teoria de armas e metalurgia, é R$ 30.

SÁBADO 20 DE OUTUBRO

Sábado (20), curso de bastão longo 1, são duas horas de prática, das 19h30 às 21h30, no Batel. O valor da participação é de R$ 246. Clique para comprar.

DOMINGO 21 DE OUTUBRO

Domingo (21) é o dia do tão esperado Domingo de Arqueria. Num sítio em Campina Grande do Sul (o ponto de encontro é a escola do Juvevê!), custa R$ 246. E o que vamos fazer lá? Tiros em alvos móveis, tiros em longa distância (alvos a 20, 30, 40 e 50 metros), almoço, tiros caminhando, combate com arco e flecha 1 x 1, forma de ritual de tiro com arco e exercícios complementares.

COMPRE AQUI O DOMINGO DE ARQUERIA

A participação precisa ser confirmada com antecedência! Outra dica importante: para receber todas as nossas novidades, você pode adicionar o WhatsApp da escola e entrar em uma lista de transmissão – não é grupo e ninguém vai mandar memes ou floodar seu dia. Como fazer? Adicione o nosso contato (41) 9 9261-1663 e mande o seu nome completo + recinto de prática. Pronto! Você receberá tudo na palma da sua mão.